Infância Missionária

DE TODAS AS CRIANÇAS DO MUNDO SEMPRE AMIGOS! 

A iniciativa hoje conhecida como Infância e Adolescência Missionária, surgiu em 1843 graças ao bispo de Nancy, na França, D. Charles Forbin-Janson, e de uma mulher muito ativa na difusão da fé: Paulina Jaricot.

D. Charles sonhava ir como missionário à China, fato que infelizmente, nunca aconteceu, mas estava em contacto com muitos missionários que lhe escreviam, relatando as difíceis situações de indigência em que muitas crianças viviam naquele país asiático. Sentiu-se, então, profundamente interpelado por esta situação e pedindo conselho a Paulina Jaricot que tinha fundado a Pontifícia Obra de Propagação da Fé, surgiu a ideia de envolver as crianças da França na ajuda às suas coetâneas chinesas: “UMA AVE MARIA POR MÊS E UMA MOEDINHA POR DIA”.

Foi uma ideia revolucionária para a época e acabou por espalhar-se pelo mundo inteiro sob o lema: “AS CRIANÇAS AJUDAM AS CRIANÇAS”. Ajuda para o sustento, para a educação, o batismo, a vivência espiritual, especialmente no seio de povos que não conhecem Jesus Cristo, mas, cada vez mais, independentemente da raça, cultura ou religião.  

E o que exatamente fazem as crianças e adolescentes missionários a favor dos seus coetâneos?

Antes de mais a ORAÇÃO: rezam todos os dias por outras crianças e pela difusão da mensagem evangélica.

Depois, COLETAS, fruto do sacrifício delas próprias e de todos aqueles que querem garantir um futuro melhor às crianças do mundo. Esses dons são recolhidos pelas Direções Nacionais e enviadas para o Fundo Universal de Solidariedade da Infância Missionária que os redistribui a milhões de crianças necessitadas no mundo inteiro. Graças a essas ajudas, muitas crianças podem comer estudar, ter um abrigo, curar-se e, sobretudo, conhecer Jesus que se torna visível através desses gestos de amor.

 

Com o seu COMPORTAMENTO e com a sua mensagem, as crianças e adolescentes missionários, dão também testemunho, exemplo de vida e solidariedade a outras crianças, num processo educativo, sublinhando o caráter educativo do Dia da Santa Infância, ou infância missionária.

As crianças e adolescentes são assim inseridas na TAREFA MISSIONÁRIA de evangelização e de solidariedade, dois aspectos fundamentais para a vida da Igreja e da sociedade. Elas são, portanto, ajudadas pelos adultos a crescer neste espírito de partilha da fé e de bens materiais.

 

Dia Mundial da Infância e da Adolescência Missionária - 6 de Janeiro, solenidade da Epifania!

Hoje a Obra Pontifícia da Santa Infância está presente em 150 países dos quatro continentes.

 

Trabalhe conosco

Clique no botão abaixo para preencher um pré-cadastro que ficará em nosso banco de currículos para futuras consultas.

Enviar Currículo

Sistema Acadêmico Financeiro

Clique aqui para acessar o sistema